sexta-feira, 29 de abril de 2011

O pilão já se ouve em São Filipe

O foguete deu o aviso e o pilão já bate em São Filipe. O ritual é público e constitui um verdadeiro espectáculo feito de cânticos, dança e rituais ancestrais. O pilão que iniciou na última quarta-feira e termina, 29.


À volta de um pilão, onde estão três mulheres a pilar o milho num ritmo cadenciado, postam-se vários outros intervenientes que compõem o corpo de uma verdadeira orquestra de percussão.
Mas a festa da bandeira já vai rija desde esta quarta-feira, 27, com pilão seguido de noite dançante na Casa Cinema. Para esta quinta-feira, 28, há um encontro de emigrantes com o BCA, seguido de almoço. No período da tarde volta o pilão que dá lugar a uma noite cultural na Casa das Bandeiras.
Para o dia 29 está previsto o lançamento do livro “A seca e os outros inimigos de Cabo Verde”, da autoria de Adriano Pires. Mais pilão para preparar o milho coxido que vai estar no tradicional almoço “Xeren ku bode”.
O ponto alto da festa acontece no dia 30, com a matança de animais logo ao amanhecer e fogos de artífício à meia noite para anunciar o grande dia. Dia da bandeira de Nhô S.Filipe tem almoço tradicional na Casa das Bandeiras, o almoço dos Cavaleiros.
Juntam-se à festa outras inovações que, de ano para ano, atraem a atenção de centenas de emigrantes, muitos turistas e cabo-verdianos de todos os cantos do país e da diáspora, fazendo da bela, limpa e ’sui generis’ cidade de São Filipe, um dos maiores palcos de animação cultural e desportiva do país.

http://www.asemana.publ.cv/spip.php?article63622&ak=1

0 comentários:

Enviar um comentário