sexta-feira, 8 de abril de 2011

AECT Duero-Douro com programa inovador para a prevenção e conservação do património natural


O Agrupamento Europeu de Cooperação Territorial (AECT) Duero-Douro apresentou um programa inovador de prevenção e conservação do património natural, através da aplicação de acções pioneiras que visam a redução dos impactos negativos sobre o meio ambiente. O projecto «Fronteira Natural» está avaliado em 800 mil Euros e garantiu o apoio do Programa de Cooperação Transfronteiriça Espanha – Portugal 2007/2013 no valor de 600 mil Euros.
Das acções previstas para os próximos dois anos destaca-se a criação da Escola de Capacitação Ambiental Transfronteiriça, com sedes em Espanha e Portugal e gestão partilhada pela Universidade de Salamanca e pelo Instituto Politécnico de Bragança. Os alunos desta escola, cujo primeiro curso arranca no próximo mês de Julho, terão acesso a dois viveiros para a produção de plantas florestais e ornamentais autóctones, que serão usadas para o reflorestamento de áreas verdes urbanas. Com a formação dos primeiros profissionais, o programa «Fronteira Natural» prevê a constituição da empresa GESTIMA Duero-Douro, uma empresa pública sem fins lucrativos, vocacionada para a restauração ambiental.
Fazem, ainda, parte deste projecto acções como a elaboração de um plano de responsabilidade ambiental para vincular o sector privado, a definição de um sistema de intervenção prioritária e o lançamento de um concurso vocacionado para comunidades rurais.
Com este projecto, o AECT Duero-Douro estima a eliminação de 100 pontos críticos e a implementação de uma gestão ambiental duradoura, abrangendo áreas protegidas como o Parque Natural de Montesinho, o Parque Natural do Douro Internacional e a Serra da Reserva Natural da Malcata.
Fonte: Norte em Rede

0 comentários:

Enviar um comentário